quinta-feira, 9 de março de 2017

Cangaço voltou ao RN: Novo bandido, nova polícia

Resultado de imagem para Claudio SantosDsembargador Claudio Santos
Claúdio Santos
Desembargador TJRN
O último assalto às agências bancárias e ao comércio local foi de Caraúbas, boa cidade do médio oeste potiguar. Cerca de 10 homens fortemente armados com fuzis e outros utensílios do crime explodiram o que havia de interessante. Já são mais de 30 este ano de
2018!!! No Rio Grande do Norte, sem sorte. Como dizia o poeta.
Quantos bandidos presos dessas quadrilhas? Nenhum. Mas não por culpa de polícia em reprimir ou prevenir essas ações que vem aterrorizando populações inteiras e tirando o sono dos pacatos policiais armados de 38 sem munição ou com balas chocas, que se escondem, como podem, nas carcomidas paredes das de
legacias locais.
Só esse bando de quadrilheiros que atacou Caraúbas tem mais fuzis do que toda a polícia do médio e alto oeste potiguar! Acreditem. Não há nenhuma condição de pessoal e equipamentos para enfrentar esse novo bandido, que, em face da total falta de estrutura das nossas polícias civil e militar, “passeia” por qualquer cidade com a maior tranquilidade.
Não conheço nenhuma atitude do aparato gestor do RN para retomar o poder do Estado que está nas mãos armadas dos bandidos, mais ainda deste tipo mais preparado.
Mais já passou da hora de se construir novos equipamentos para enfrentar esse novo criminoso. Construam-se 10 quartéis bem estruturados, sediados nas microrregiões,  e em cada um mantenham-se pelo menos 02 equipes de 04 homens, bem armados com fuzis e metralhadoras ponto 50, em potentes e grandes viaturas 4×4 (Ford, Toyota ou GM) durante 24 horas, em revezamento, com comunicação on line. Não custa muito e não é impossível para as parcas e dilapidadas finanças públicas do RN.
Assim teríamos como enfrentar esse novo bandido que atemoriza a todos. A partir de cidades como Parnamirim/Macaiba, Mossoró, Assú, Pau dos Ferros/Apodi Caicó, Santa Cruz, Canguaretama, Nova Cruz e Santa Cruz, no mínimo, a polícia fortemente armada e pronta com igualdade de forças, certamente enfrentaria este problema que a cada dia fecha agências bancárias e comércio, intranquiliza a população e atemoriza a própria policia.
Isto sem se falar onde vão colocar os novos bandidos eventualmente presos, que certamente, a esta altura, já amealharam recursos financeiros suficientes para planejar mais ações ousadas contra a população potiguar. Enquanto isso, vamos continuar admirando a paisagem, como fazem os gestores públicos de  plantão.
http://blogdoprimo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados