sexta-feira, 10 de março de 2017

Guamaré : Em 4 anos de gestão, prefeito arrecada mais de meio bilhão de reais e representante do SIDSERG destaca ausencia de aumento salarial para trabalhadores por 12 anos

O que mais se ver nas redes sociais da região salineira são as notícias positivas da cidade de Guamaré – alguns blogueiros que não prestam serviços ao povo guamareense – utilizam sua ferramenta midiatica  para elogiar uma gestão onde o povo sempre estar em último plano.

O discurso do prefeito Hélio é  uma coisa, mas a realidade social de sua gente clama por justiça. Uma cidade rica, porém de um povo pobre, sofrido e
humilhado por seu gestor.
Então

O presidente do SIDSERG, Edson Rocha, esteve hoje(09), no programa Macau em Notícias, na 94FM de Macau, na oportunidade o mesmo relatou a ausência de gestão no munícipio em várias situações;
1.1 – Plano de Carreiras e Salários: Na falta de compromisso do prefeito em assumir o plano de cargos carreias e salários dos servidores municipais – plano aprovado pela CM de Guamaré – que após aprovação teria 120 dias para entrar em ação municipal, fato que não aconteceu até os dias de hoje, prejudicando centenas de funcionários públicos municipais
1.2 –  Concurso Público: Na falta de compromisso com a TAC realizado com o MP para realização de concurso público – concurso que não aconteceu até hoje.
1.3 – TAC – Em 2015 aconteceu um ajustamento de conduta entre o sindicato, gestor e MP, onde ficou definido que o gestor pagaria uma multa diária de R$ 500,00 com a não realização de concurso público, concurso que não aconteceu até hoje;
1.4  – Receita: em seis anos o município arrecada mais de meio bilhão de reais, mas servidores ficam sem aumento por 12 anos;
1.5 – TCE identifica irregularidades: em 2015 mais de 25 irregularidades administrativas foram encontradas pelo o TCE.
1.6 – Redução salarial: em 2006 o Tec de enfermagem o salário básico era de 2 salários mínimos, hoje ganham 1 salario minimo;  motorista 1 salário mínimo; condutor de ambulância 1 salário mínimo; Guarda municipal 1 salário mínimo.
Seiscentos e oitenta e três milhões
O triste de tudo isso é você enxergar os números da arrecadação municipal – nesses 4 anos de gestão Hélio Miranda – os valores assustam pela ausência administrativa com os seus conterrâneos.
Algoz
O gestor Hélio Miranda se transforma no algoz do seu proprio povo, quando deixa de formalizar compromisso assumido com MP e sindicato em relação ao TAC para realização de concursos público e na oficializacao do Plano de Cargos Carreiras e Salários do município.
Os absurdos 
Achando pouco os absurdos praticados em nome de sua governabilidade, o prefeito contrata uma empresa para gastar R$ 40 milhões em 120 dias de sua nova gestão, mas não se preocupou em nenhum momento para que esses valores trouxessem valorização profissional dos funcionários efetivos municipais como se espera.
O prefeito parece desconhecer a necessidade dos seus trabalhadores, haja visto que o mesmo volta o seu olhar para atender apaniguados politicos e alguns familiares, como fez em relação ao aumento de 50% no salário da própria mãe .
Conclusão
Baseado nas observações do presidente do SIDSERG, como não questionar a postura de um gestor que abandona sua gente a própria sorte, sem aumento, sem respeito e sem dignidade?
Como é que um município com esse comportamento social/administrativo, pode verbalizar nas redes sociais que possui um serviço de excelência com seus conterrâneos?
Como enaltecer uma gestão que arrecada mais de meio bilhão de reais em quatro anos, mas não atende com o mínimo da valorização trabalhista aos seus cidadãos?
Como entender esta ausência de justiça trabalhista, quando a população clama por mais de 10 anos aumento salarial?
Parece-me que Guamaré está longe dos olhos da Lei; Uma cidade que possui uma arrecadação com mais de R$ 180 milhões/ano, não pode tratar com desdém o trabalhador público municipal.
Helio Miranda talvez esqueca que sua ausência de gestão e o sofrimento social oferecido à sua gente pode lhe render saldos negativos, despertar o interesse do MP e perder de vez o mandato que o mesmo detém por liminar.  Pois não existe governo que se fortaleça sem o apoio direto do povo.    http://www.cidadedosal.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados