quinta-feira, 30 de março de 2017

Guamare-RN : A cidade não merece os políticos que tem.

  A bela cidade de Guamare tão  propalada  pelas  belezas naturais e pelos vultosos  recursos públicos padece de políticos competentes  e que trabalhem em prol da população.
        Cada cidade tem os políticos que merecem, pois refletem  a consciência política da sociedade que  os elegeram. Portanto, é preciso que a sociedade acorde , senão estarão contribuindo para que seus filhos não possam usufruir  de dias melhores.
        Fazendo uma análise mais crítica sobre os últimos acontecimentos neste município, temos:
1.0-  Em plena crise  econômica, a prefeitura tendo gastos  para enviar  a secretaria de turismo para uma feira internacional, onde sequer a cidade tem
infraestrutura necessária para receber os turistas, falta gastronomia  e uma rede hoteleira atraente. Os gringos quando  vêem ao Brasil, principalmente ao Nordeste, querem conhecer  praias lindas mas que tenham boa infraestrutura. Chega a ser grotesco  ter um gasto destes para tentar vender águas azuis e mangues, onde passa  a impressão de que o gringo  é bobo. O correto  seria investir para criar uma  boa infraestrutura, e em seguida procurar
atrair o turista nacional.
2.0  A falta de sensibilidade do prefeito  que admite  empresas terceirizadas atrasando  salários de seus funcionários, e  existem  mecanismos que
a prefeitura poderia utilizar para inibir isto.
3.0-  Cidadãos Guamareenses foram até Natal protestar contra á péssima   administração do prefeito Hélio, entretanto sequer os vereadores foram solidários a estes cidadãos , através do uso  da tribuna da câmara.
4.0- A última sessão na câmara municipal foi digna  de um big brother. E tratando - se de defender  os interesses do povo, os excelentíssimos Edis entraram  mudos e saíram calados.
       Não  é  preciso  ser muito  esperto para entender a postura omissa dos vereadores, principalmente os que se dizem da oposição,  diante dos descasos  do gestor público municipal.
      A salvação  da cidade de Guamare passa pelas mãos do MPF  e da população. Portanto, é  extremamente importante que apareçam novas líderancas  que estejam comprometodas com o desenvolvimento sustentável da cidade. Continuar votando nos mesmos políticos que vem  perpetuando-se no poder há muito tempo ,e que já demonstraram  que não tem competência  e coragem para administrar  e defender os interesses do povo, esta cidade dificilmente irá progredir, salvo se houver  uma guinada de 360 graus em termos de mentalidade política e gerencial dos representantes públicos.
       Um fato que merece atenção  é  a postura de muitos cidadãos  do distrito de Baixa do Meio , que fazem o uso  de sua cidadania , criticando  e cobrando a gestão do atual  prefeito, enquanto os cidadãos do distrito sede parece não serem afetados pela má gestão do prefeito, pois não reivindicam dias melhores para seu município e aceitam tudo passivamente. Por isso, quem sabe um dia , a população de Baixa do Meio não venha  querer  emancipar -se.
         Uma cidade que tem políticos que sequer apresentaram projetos sustentáveis nestes últimos 8 anos, não merecem ser chamados de verdadeiros representantes do povo, porque não demonstram ter essa capacidade.
         A mentalidade  de muitos políticos de Guamare está no modo  como as eleições são encaradas por eles, porque fazem delas  como se fosse um concurso público, mas sem direito  a estabilidade no emprego, cujo foco principal  de sua função não está diretamente  ligada à defender  os interesses  do povo,mas sim a remuneração do cargo que o satisfaz plenamente  para pagar  as suas contas, consequentemente, o povo somente  será lembrado na véspera da próxima eleição.

       Senhores  vereadores de Guamare , apresentem  projetos, porque o momento  político, econômico  e social requer  muito trabalho e austeridade  no trato das contas públicas, porque até agora está demonstrado que o único sistema de gestão que vossas excelências conhecem é  o fisiologismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados