sexta-feira, 31 de março de 2017

GUAMARÉ/RN – ENTRE A IMAGEM E A REALIDADE

                                            
Resultado de imagem para guamaré
Em todo estado do RN e no Brasil o município de Guamaré tem uma imagem de cidade economicamente rica e bem desenvolvida, porém a realidade é bem diferente do que alguns veículos de comunicação divulgam.
Falar de Guamaré é exaltar as suas belezas naturais, o seu povo humilde e  acolhedor que busca e sonha com dias melhores vendo a sua cidade trilhar os caminhos do desenvolvimento com serviços públicos alcançando a eficiência com presteza e perfeição.
Pois bem essa é a imagem real que tanto sonhamos nesta cidade que arrecada muitos recursos e que ainda precisa melhorar bastante a aplicação .
De alguns anos pra cá a cidade tem arrecadado milhões e milhões mas até os dias de hoje ainda se busca uma justificativa para onde foram aplicados esses recursos uma vez que a cidade não possui um projeto sustentável que possa gerar emprego e renda tornando parte de seus cidadãos independentes financeiramente, as políticas públicas adotadas na cidade são as mesmas de sempre ou seja boa parte da  renda do município é transformada em moeda de troca  pois o único meio de se fazer a economia da cidade girar  é a geração de empregos na prefeitura contratando boa parte do eleitorado que votou e elegeu o gestor e essa prática não é de hoje pois vem se arrastando há muitos anos.
Mas o que me chama a atenção é que essa prática hoje se tornou tão comum que a cidade estatisticamente alcançou um patamar indesejável sendo a cidade que possui a 3ªmaior proporção de servidores municipais do país, e como esse fato gerou uma grande repercussão hoje a situação apenas mudou o seu modus operandis através da contratação de uma empresa terceirizada.
Hoje nos deparamos com uma administração totalmente irresponsável , digo isto porque durante os anos a gestão não tem usado de forma correta o portal da transparência municipal que tem o principal objetivo de tornar público e transparente  a aplicação dos recursos públicos ,porém o que presenciamos neste portal são inúmeros atos irresponsáveis transparecendo fortes indícios de atos que levantam suspeitas de corrupção através de nomeações, licitações e outros atos que não condiz com o real objetivo da criação deste mecanismo que é aumentar a transparência da gestão pública, permitindo que o cidadão acompanhe como o dinheiro público está sendo utilizado e ajude a fiscalizar.
O que observamos é o total descontrole destes recursos e como cidadão devemos entender e fiscalizar bem a aplicação .
Não quero aqui fazer juízo de valor a nenhuma instituição jurídica mas acho que já está passando da hora para que as instituições judiciais tomem providências ,a cidade hoje sofre com obras paradas, desemprego e a precariedade nos serviços públicos e nenhuma ação é realizada.
Nos últimos dias alguns cidadãos indignados com a atual administração foram  até a capital do estado reivindicar e clamar por justiça uma vez que a cidade vive clima de insegurança jurídica onde o atual prefeito ilegitimamente foi empossado sob efeito de uma liminar .
A imagem lá fora é de que a cidade de Guamaré trilha os caminhos do desenvolvimento, porém a realidade é totalmente diferente.
Finalizo minha opinião citando Maria Aparecida Giacomini Dóro
Ao descobrirmos a força que temos - enquanto povo movido por propósitos pautados na dura realidade descortinada diante dos olhos - não mais aceitaremos as migalhas bolorentas que nos são atiradas por covardes tiranos (agem assim para intimidar, pois em essência são frágeis e inseguros tanto quanto julgam ser o povo, sob seu jugo), a fim de se apossarem do pão da ora...
Acredito em mudanças estruturadas nas decisões tomadas coletivamente e levadas adiante por um, dois, três corajosos emersos da multidão... Esta os seguirá, apesar dos percalços presentes; dos enfrentamentos possíveis à medida que se conquista espaço e se firma o sentido de pertencimento e justiça social.

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados