sexta-feira, 24 de março de 2017

POLÍCIA PRENDE ACUSADOS DE MATAR POLICIAL NA ZONA SUL


Em Neópolis

Polícia prende três suspeitos envolvidos na morte de policial militar que estava em bar na zona Sul
Polícia também gravou vídeo da entrevista com os três suspeitos de terem participado da morte do policial militar, Edmilson do Nascimento Oliveira Júnior23.03.2017 da esquerda para direita Jackson Ventura Felix e Lucas Costa de Oliveira

Cedida
As prisões são resultado de constantes investigações
Uma investigação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou na prisão de três suspeitos que teriam participado da morte do cabo da Polícia Militar Edmilson do Nascimento Oliveira Júnior, morto dia 24 de fevereiro deste ano, quando ele estava no bar do Xexéu, localizado à Avenida Alagoas, no bairro de Neópolis, no Conjunto Pirangi, Natal.
As prisões começaram a acontecer no último domingo (19), quando policiais militares prenderam Welton John Santiago de Lima, 28 anos, vulgo “Gaspar”, em cumprimento a um mandado de prisão temporária. Nesta quinta-feira (23), os policiais civis da DHPP prenderam em cumprimento a mandados de prisão temporária, Lucas Costa de Oliveira, conhecido como “Prego”, 20 anos e Jackson Ventura Felix, 18 anos. Lucas já respondeu criminalmente pelo crime de tráfico de drogas e estava solto há cinco meses. Jackson foi apreendido quando tinha 17 anos, praticando ato infracional análogo ao crime de roubo.
Na noite do crime, suspeitos invadiram o Bar do Xexéu e realizaram um arrastão. De acordo com a investigação, um grupo com mais de quatro homens armados entrou no bar e rendeu os clientes. Eles conseguiram levar no dia do roubo, celulares, dinheiro, bolsas e joias. O policial militar estava dentro do bar e foi atingido com um disparo de arma de fogo.
Em coletiva de imprensa, realizada nesta quinta-feira (23), o delegado da DHPP, Ernani Júnior, detalhou sobre como ocorreram as investigações. “Após um roubo ocorrido no bar do Xexéu, praticado no dia 24 de fevereiro deste ano durante a noite, vários suspeitos abordaram vítimas, e clientes do estabelecimento, e a partir daí iniciamos rapidamente as investigações, ouvindo várias testemunhas, e colhendo provas. Essa investigação resultou na prisão de três pessoas, um suspeito foi preso domingo pela Polícia Militar e os outros pela Polícia Civil. Prosseguiremos as investigações para identificar os demais participantes da quadrilha”, detalha o delegado da DHPP, Ernani Júnior.
De acordo com o delegado geral de Polícia Civil, Claiton Pinho, as prisões são resultado de constantes investigações que tem como objetivo prender diversos autores de crimes de homicídios no estado. “Essa foi uma ação realizada pela DHPP, comandada pela equipe do delegado Ernani, a qual conseguiu descobrir esse crime praticado por esses elementos, que tiraram a vida desse agente de segurança. Nós estamos em constante reunião com a DHPP e todas as semanas nós estamos observando o avanço dessas investigações de crimes de homicídio. Esperamos que com a prisão desses três elementos, e também já temos a identificação de outros dois que participaram dessa ação criminosa, nós consigamos levar esses elementos para que sejam julgados e condenados por esses crimes, tanto do homicídio, quanto do roubo praticado contra aquelas pessoas que estavam no bar”, afirma o delegado geral, Claiton Pinho.
O intenso trabalho realizado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi destacado pelo Tenente Coronel Flávio, como primordial para as prisões realizadas contra os autores do homicídio contra o policial militar. “Nós, policiais militares, estamos muito felizes pelo trabalho desenvolvido pela Polícia Civil, particularmente pela DHPP, que colocou parte dessa quadrilha atrás das grades, elucidando assim esse homicídio cometido de forma tão covarde contra o policial militar. Diante disso, estamos mais aliviados e continuamos trabalhando com afinco”, conclui o Tenente Coronel Flávio, do Subcomandante do Policiamento Metropolitano.                                          http://williams-rocha.blogspot.com.br/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados