terça-feira, 4 de abril de 2017

Já dá para fazer sexo pelo seu smartphone Usuário precisa fazer download de aplicativo

Graças ao O-Cast, uma loja erótica virtual da empresa CamSoda, já é possível praticar sexo oral e compartilhar os movimentos com vibradores, via smartphone, para que o parceiro sinta os estímulos “do outro lado”.
Para tal, o usuário precisa fazer o download do
aplicativo e, por meio de lambidas na tela do celular, criar padrões de vibrações sexuais. Esses movimentos são enviados, via bluetooth, a vibradores que vão reproduzir as investidas de acordo com as preferências de sexuais do usuário. Ainda é possível usar o dedo para criar os estímulos, porém, de acordo com a empresa, “as lambidas são mais sedutoras”.
Há alguns meses, a CamSoda já havia lançado um serviço similar exclusivo para o público masculino. Na ocasião, o usuário criava os padrões de movimentos sexuais usando um pênis artificial. Os dados eram enviados para uma espécie de ‘luva’ para serem colocados em prática. No entanto, a novidade não deu muito certo devido ao preço elevado. Enquanto o O-Cast custa 100 dólares (cerca de 315 reais), para brincar com as ‘luvas mágicas’, o usuário precisaria desembolsar 250 dólares (aproximadamente 780 reais).
Na loja virtual do app, há 12 amostras de ‘orgasmos’ que estão disponíveis para download, como: “Ficando Loco (Getting Loco)”, “Banho Sensual (Sensual Bath)” e “Nuvem de Marshmallows (Mushrooms clouds)”. Entretanto, é possível personalizar as sensações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados