segunda-feira, 10 de abril de 2017

RN: Prefeitos que fazem acontecer,mesmo com pouco recursos públicos.

Aos poucos estamos vendo no Rio Grande do Norte, a mudança de mentalidade e de comportamento de alguns gestores públicos municipais no tocante à administração pública .E o que mais chama atenção é que são municípios com poucos recursos públicos,basta citar como exemplos,as cidades de Messias Targino e Afonso Bezerra.
          Na cidade de Messias Targino,a prefeita Shirley Targino foi agraciada devido ao seu projeto relativo á agricultura familiar, projeto este que vem numa crescente, e, isto somente é possível porque existe uma interação e  empatia entre á população e a prefeita, cujo objetivo é o desenvolvimento de seu município., e isto será mais uma vez demonstrado na festa de emancipação deste município.
          Em Afonso Bezerra, o prefeito Chico Bertuleza deu
um enorme passo em direção a execução de projetos inovadores e sustentáveis, quando decidiu que irá construir em seu município casas populares englobando a energia solar ;Certamente, esta cidade irá conquistar bons frutos com essa atitude do prefeito.
          É preciso parabenizar as atitudes destes prefeitos, porque significa compromisso com o desenvolvimento de seu município, e principalmente com a geração futura.mesmo não tendo recursos suficientes para por em prática vários projetos que poderiam propiciar melhores condições de vida para seus cidadãos. Contudo, mesmo diante deste desafio com relação á falta de recursos e convivendo com a crise econômica, é preciso avançar, principalmente na área da educação, investindo numa educação escolar onde os alunos aprendam a ler o mundo para que possam transforma-lo, conforme ensinamentos do grande educador Paulo Freire. Não é preciso tão somente de grandes verbas públicas para que possamos ter uma educação de qualidade.
           O que mais chama á atenção do comportamento deste prefeitos, é que o fisiologismo político está dando espaço á criação de um novo modelo de gestão onde muitos paradigmas estão sendo quebrados.Contudo,isto somente está acontecendo porque estes gestores públicos tem competência,visão sustentável e administram suas cidades primando pela ética pública, afinal,o dinheiro é público,mas não é grátis.
           Traçando um paralelo com á administração pública da cidade de Guamaré ,o que vemos é um desastre total na gestão do prefeito Hélio. Falta-lhe humildade em reconhecer os inúmeros erros cometidos; E bons exemplos de administração pública é o que não falta, bastaria visitar as cidades acimas citadas ,e também a de Sobral-CE que é referência na área da educação escolar.
           Como seria bom se a cidade de Guamaré tivesse um prefeito e políticos que realmente estivessem comprometidos com o desenvolvimento de sua cidade. Infelizmente,o única maneira que sabem fazerem política é através fisiologismo ,cujo intuito é sempre ter no controle parte da população que possam elege-los, usando a prefeitura como único meio de gerar empregos ou através de cargos comissionados na câmara.Com isso,o tempo vai passando, passando, e a cidade não desenvolve-se porque não há geração de empregos e aumento da renda dos cidadãos.
            Parabéns ao prefeito e a prefeita das cidades de Afonso Bezerra e de Messias Targino  , vocês merecem o respeito de todos os cidadãos por terem a ousadia, coragem e pela competência em administrar seus municípios mesmo não tendo aportes necessários para desenvolverem  outros projetos de grande magnitude. Entretanto, é necessário também que a população seja solidária aos seus representantes eleitos, principalmente quando projetos relevantes são executados em seu município, e, ao mesmo tempo, cada cidadão deve contribuir  com ideias em prol do coletivo, deixando de lado  os seus interesses pessoais.
          Uma sociedade tende a crescer mais rápido quando todos os cidadãos adquirirem a consciência de que a qualidade de vida está diretamente ligado ao bem estar de todos, afinal, não vivemos em uma ilha, pois dependemos uns dos outros para evoluirmos profissionalmente e materialmente.

             

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados