quarta-feira, 10 de maio de 2017

Guamaré: Prefeito demonstra rancor, raiva e despreparo ao receber criticas e fala de crise no município mesmo tendo recebido em torno de R$ 80 milhões em 130 dias

Guamaré: Prefeito demonstra rancor, raiva e despreparo ao receber criticas e fala de crise no município mesmo tendo recebido em torno de R$ 80 milhões em 130 dias
Macau 94 FM
O prefeito Helio Miranda, Guamaré, demonstrou toda sua arrogância, despreparo e prepotência politica ao ser deselegante com Pároco da sua comunidade ao fazer um discurso para contradizer os argumentos da homilia
de Pe Flavio.

Homilia

"Abram os seus corações para o amor, a união, o perdão e a paz", disse padre Flávio, chamando atenção dos fieis, para a necessidade do desarmamento da classe política e da comunidade, numa referência clara aos últimos acontecimentos na cena política local, que dividiu a cidade. "Guamaré precisa seguir sua história e crescer com as famílias em paz", conclamou.

A homilia realizada em missa solene, em ação de graças pelo aniversário de 55 anos de emancipação política de Guamaré, deve ter deixado o prefeito desnorteado e fora do contexto de sua oratória. Já que o mesmo foi áspero com o representante católico num evento que possuía a nítida intenção de enaltecer em todos os sentidos a cidade de Guamaré

Pois bem

O prefeito Helio Miranda não conseguiu absorver  que o pároco usou as prerrogativas cristãs ao defender seu rebanho da ausência administrativa, da falta de social, da insegurança administrativa que predomina por toda comunidade.

Então

O prefeito não recebeu de bom grado a homilia que reflete a realidade social presente em Guamaré, pois  preferiu soltar a sua ira, suas mágoas, seu destempero contra o líder maior do segmento católico de sua comunidade.

Fato observado por todos que lá estavam - que, de certa forma - serviu para expor à toda população que o prefeito se encontra com os nervos a flor da pele, pois não conseguiu absorver que o Pe Flavio estava preparando o seu rebanho para que desse um passo à frente, com a intenção a única intenção de "sacudir a poeira, levantar a cabeça e seguir adiante"Injustificável

Mesmo o município de Guamaré tendo recebido em torno de R$ 80 milhões nesses 130 dias de gestão - aproximadamente  R$ 20 milhões/mês para uma população de 13 mil habitantes - o prefeito Helio fala de justiça, injustiça e justifica sua ausência com a população falando de crise, tentando demonstrar falta de recursos para as criticas que Pe Flavio fez à sua gestãohttp://www.macau94fm.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados