sábado, 20 de maio de 2017

JBS teria dado propina para abafar rebelião do PMDB contra Temer

IMG_3550Em depoimento ao Ministério Público Federal, o diretor da JBS Ricardo Saud relatou que, nas eleições de 2014, a empresa teria acertado com o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, um repasse de R$ 43 milhões de “propinas dissimuladas” aos “coringas” do PMDB no Senado para abafar uma rebelião deles contra a candidatura à Vice-Presidência de Michel Temer na chapa de Dilma Rousseff. O delator contou que Temer, ao saber do acordo feito sem sua autorização, teria ficado “indignado” e acabou recebendo outros R$ 15 milhões    
                                  http://www.robsonpiresxerife.com/                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados