segunda-feira, 22 de maio de 2017

'Meu filho está preso por lealdade a você', diz pai de Frederico Pacheco para Aécio Neves

No estacionamento da JBS, Mendherson, assessor do senador Zeze Perrella, recebe a mala das mãos de Fred, primo de Aécio (à direita)

Dias após a prisão de Frederico Pacheco, primo do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), na última quinta-feira, o desembargador aposentado Lauro Pacheco, pai de Frederico, publicou um desabafo no Facebook neste domingo. No texto dirigido ao tucano, o
magistrado ressalta que "falta-lhe, Aécio, qualidade moral e intelectual para o exercício do cargo que disputou de Presidente da República". Ele diz que foi a lealdade de seu filho ao primo que o levou à cadeia. "Para o bem do Brasil, sua carreira política está encerrada", concluiu o desembargador.






O Globo




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados