segunda-feira, 22 de maio de 2017

O SECRETÁRIO DE PESCA DE GUAMARÉ EDIVAN BARRETO PARTICIPA DE OFICINA TERRAS PRONTA REALIZADA EM DIOGO LOPES PELO CONSELHO PASTORAL DOS PESCADORES

Matéria Gratuita
Edvan Barreto
Um dia intenso, importante e rico em debates. Assim foi a oficina organizada pelo Conselho Pastoral dos Pescadores que teve como tema “OFICINA TERRAS PÚBLICAS”. Ocorrido neste final de semana nos dias  19, 20 e 21 de maio de 2017, o encontro trouxe para o debate:
Oficina terras públicas, com o intuito de potencializar
a atuação de regularização e destinação das áreas em terras públicas federais.

A oficina teve o objetivo de aprofundar junto aos pescadores e pescadoras, agricultores e agricultoras a proposta do projeto de lei de iniciativa popular e conhecer a realidade dos pescadores e pescadoras do nosso estado. A equipe de trabalho foi composta pelos Assessores Jurídicos da CPP Dr, Lucas Vieira e Drª, Ornélia. A oficina foi muito rica pela presença de inúmeras comunidades que vieram dos municípios do Rio Grande do norte e entorno.

Durante a oficina, foram apresentados os objetivos da Campanha Nacional pela Regularização dos Territórios das Comunidades Tradicionais Pesqueiras, o processo de construção da Campanha e depois foi aprofundada a discussão sobre as leis que fundamentam e o próprio projeto de lei proposto. Ponto alto foi o momento de discussão da tradicionalidade e importância das comunidades pesqueira como também o levantamento e mapeamento dos conflitos.

Para o secretário de pesca Edivan Barreto, a oficina é realizada na melhor fase do programa e aumenta a expectativa de dar passos mais largos. “Nós saímos da UTI e nossa vida agora é longa! Essa é uma grande oportunidade de nos organizarmos e nos apresentarmos lá fora de maneira transparente. É uma tarefa audaciosa e vamos todos contribuir nessa causa justa que envolve sustentabilidade, questão econômica e social.
Ao final vamos retornar para casa com a certeza de atingir nossos objetivos”, explica o secretário.

Ao fim dos trabalhos, os presentes decidiram pelos seguintes encaminhamentos:

Realização de encontros e uma oficinas a ser realizada na cidade de Guamaré no dia 14 de Julho de 2017, para continuidade dos debates.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados