terça-feira, 27 de junho de 2017

Houve um tempo em que fumar era tão popular que até atletas faziam propagandas de algumas marcas de cigarro.
Hoje não é segredo para ninguém que essa prática vicia e faz muito mal à saúde.
90% das mortes causadas por câncer de pulmão têm ligação com o  fumo.
Infelizmente, mais de 1,1 bilhão de pessoas ainda fumam em todo o mundo - e continuam morrendo por isso.

O problema do cigarro está nos mais de 7.000 ingredientes químicos, como arsênio, monóxido de carbono, butano e a terrível nicotina.
A inalação de toda essas toxinas causam problemas no pulmão, como câncer, e doenças cardíacas.
E não para por aqui!
A nicotina aumenta os níveis de cortisol, que é o hormônio do estresse, e acaba enfraquecendo a imunidade.
Tudo isso contribui para que o corpo sofra com:
- insônia
- infertilidade
- desequilíbrio hormonal
- problemas gastrointestinais
- excesso de açúcar no sangue
- osteoporose
Como o cigarro vicia, os dependentes sofrem muito com a abstinência quando desejam parar de fumar.
Nesse período, o fumante fica mais irritado e depressivo.
Alguns até afirmam que parar de fumar cigarro é mais difícil do que se livrar de drogas mais pesadas, como cocaína ou heroína.
O fato é que o tabagismo esgota os antioxidantes essenciais, como as vitamina C e E, betacaroteno, glutationa, ubiquinol e ácido alfalipoico.
Por causa disso, os dependente sofrem com uma série de sintomas desagradáveis.
Para quem pensa que o uso de suplementos resolve, engana-se.
Aliviar toda a tensão da abstinência requer uma dieta balanceada e algumas atividades.
- Magnésio
O magnésio reduz o vício da nicotina ao antagonizar os receptores NMDA, que estimulam a liberação da dopamina.
- Hipnoterapia
A hipnose ainda é um mistério para muita gente, mas essa terapia pode ajudar o fumante a relacionar o cigarro a sensações ruins, fazendo com que ele perca a vontade de fumar.
- Acupuntura
Se trabalhados alguns pontos específicos, como boca, pulmões e vias aéreas, as agulhas podem reduzir o desejo pelo tabaco.
- Exercício físico
Treine numa intensidade moderada de 20 minutos.
Isso já ajuda a reduzir o desejo pelo cigarro.
- Lima
Mastigar uma fatia de lima é muito bom.
Os ácidos da fruta atuam na saliva, diminuindo a compulsão pelo cigarro.
Além disso, a fruta é rica em vitamina C e antioxidantes.
O que isso significa?
Que a lima pode fortalecer a saúde do corpo.
Se não tiver lima, use o limão.
- Treinamento olfativo
Esta dica é baseada num experiência em que os pesquisadores expuseram fumantes ao cheiro de cigarros com  ovos ou peixes apodrecidos, enquanto eles estavam no estágio 2, sono não REM, por uma semana.
O resultado foi incrível: eles fumaram menos durante esse período.
- Mindfulness
Prática também chamada de “atenção plena”.
Estudos têm demonstrado que ela ajuda a reduzir os sintomas de abstinência nos fumantes.
Pesquise mais sobre ela - vale muita a pena.
- Estévia
Por fim, há um truque bem simples e eficaz: a terapia antitabagismo com estévia.
Basta aplicar algumas gotas de estévia sobre a língua cada vez que sentir o desejo de fumar.
Por incrível que pareça, este truque simples é extremamente eficaz em eliminar qualquer desejo por cigarro.
Se puder conseguir as folhas frescas de estévia, melhor ainda: simplesmente mastigue uma quando vier a vontade.
Mas não exceda a dose de oito folhas por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados