terça-feira, 4 de julho de 2017

Cantora Alinne Rosa diz que é adepta ”de massagem tântrica: “Orgasmo de 50 minutos

Alinne Rosa participa do “Programa do Porchat” e, em papo picante, revela: “morro de medo do meu nude vazar”

Alinne Rosa falou de seu comportamento na hora de conquistar alguém, ao participar do “Programa do Porchat” exibido na madrugada desta terça-feira (4). A cantora disse que recebe muitos nudes e que já chegou
a enviar também. Ela revelou, ainda, que descobriu a massagem tântrica há mais de um ano e que se tornou adepta da prática.
“Eu recebo cada nude fuleiro, cada mixaria. A galera manda, mas eu não respondo. Não tem nem a cara do indivíduo, só o troço lá!”, queixou-se para o apresentador, que quis saber se ela já enviou também imagens sem roupa a alguém. “Só mando quando tenho intimidade. Morro de medo do meu nude vazar. Muito antigamente eu fazia vídeo na câmera, quando era novinha e namorava à distância”,revela.
Foto1 : Fernando Torquatto/ Foto 2: VIP/Divulgação
A baiana afirmou também que morre de vergonha de beijar em público e que ficaria com Justin Bieber. “Vem aqui garoto, eu pegava. Não tenho nada contra novinhos, não”. Mas Fiuk ou o pai dele, Fábio Jr, não teriam chance. “O Fábio é gatão, mas nunca imaginei ele pelado, e eu imagino a pessoa pelada quando me interessa”.
“Orgasmo de 50 minutos”
Alinne comentou ainda seu interesse por massagem tântrica. “Descobri o tantra há um ano, é meio que uma terapia com prazer. Muita gente linka ao sexo, mas ele liga muito você à força sexual. É uma massagem supersutil, bem leve no seu corpo todo. O orgasmo é de 50 minutos. A primeira vez eu fiquei uns 40 minutos deitada depois que acabou, e três dias depois eu ainda estava vibrando”.
De volta à TV na segunda temporada do “Dancing Brasil”, que estreia na Record no final do mês, a cantora garante não ligar para comparações com outras musas do axé. “Não vou ser a próxima Ivete, vou ser eu mesma”.
UOL Blog do BG


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados