quarta-feira, 26 de julho de 2017

Cidade do Oeste Potiguar ganha Bodega Agroecológica da Agricultura Familiar

Momento da inauguração da Bodega (Foto cedida)

Momento da inauguração da Bodega (Foto cedida)
Agricultores Familiares do Município de Messias Targino, região Oeste do Rio Grande do Norte, inauguram uma Bodega Agroecológica, neste último domingo, dia 23 de julho. É um empreendimento de um grupo de agricultores que já realizam a feira
agroecológica, na cidade, aos domingos. Há algum tempo, o Seapac e um conjunto de parceiros veem discutindo com os agricultores, principalmente aqueles que produzem a partir de princípios ecológicos, a ideia de organizar um espaço próprio de comercialização permanente de produtos da agricultura familiar de base agroecológica.
As mulheres e os produtos na estante (Foto cedida)
As mulheres e os produtos na estante (Foto cedida)
Entre o final de 2016 e primeiro semestre deste ano, as discussões se intensificaram em várias reuniões e a ideia foi posta em prática. Um dos fatores que contribuiu para o empreendimento foi, principalmente, a volta das chuvas na região, o que favoreceu maior produção e diversidade de alimentos nos campos dos agricultores. Entre os parceiros nesse trabalho, estão a Prefeitura Municipal, a Rede Xique-Xique, a Associação Santa Terezinha, o Centro Juazeiro, a Emater, o Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (SINTRAF).
Os produtos serão comercializados na Bodega Agroecológica a partir da terça-feira até o domingo. “Uma coisa interessante é que a Bodega não vai substituir a feira dos Agricultores da Agricultura Familiar que já acontecia antes, aos domingos, e agora será realizada em frente a Bodega”, explica Fabrício Edino, agrônomo do Núcleo do Seapac na região Oeste e que acompanhou as discussões. Fabrício acrescenta que há uma diversidade grande de produtos da agricultura de Messias Targino, como as hortaliças do tipo coentro, alface, pimenta de cheiro, tomate, cereja, tomate gigante, pimentão, couve, batata doce, hortelã, cidreira, capim santo, moringa, galinha caipira, ovos caipira, mel de abelha, manteiga da terra, queijo e produtos processados, como doces, bolos, tortas, usando alguns alimentos e frutas, além de creme de nata e produtos artesanais.

Produtos agroecológicos da Agricultura Familiar, na Bodega (Foto cedida)
Produtosagroecológicos da Agricultura Familiar, na  Bodega (Foto cedida)
A Bodega será gerida pelas próprias famílias. Os parceiros ajudam na organização de infra-estrutura e a prefeitura cedeu um prédio no centro da cidade. A prefeitura se encarregou de reestruturar o prédio, instalação dos sistemas elétrico e hidráulico, enquanto a Rede Xique-Xique entrou com parte dos materiais como estantes, fixação da placa de identificação, banner, materiais de comunicação, sacolas de nylon evitando assim as sacolas plásticas. Esse é, com certeza, um bom empreendimento solidário que fortalecerá os camponeses do Município.
http://nossaterrafp.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados