terça-feira, 1 de agosto de 2017

Frigorifico Cabugi é inaugurado iniciando uma nova era para a Ovinocaprinocultura do estado

Na tarde do último sábado, 29, os empresários Max Assunção, Ronaldo Lacerda, Silvio Miranda e Vagner Paim, receberam autoridades e convidados para o ato de inauguração das instalações do Frigorifico Cabugi, detentora da marca Cabugi Foods. Foi um evento bastante prestigiado, pois as instalações do Frigorifico estavam fechadas, sem funcionamento, havia quase dez anos.


Empresário Ronaldo Lacerda
Com o esforço da iniciativa privada, representada pelo grupo WM e do poder público, iniciaram as discussões para viabilização de reformar e melhorar as instalações do Frigorifico.

Durante o seu discurso, o empresário Ronaldo Lacerda destacou o empenho e esforço do ex-prefeito Benes Leocádio, assim como do Secretário de Desenvolvimento Econômico, César Militão, na busca de meios que possibilitasse condições para ajudar ao grupo WM que se interessou em reabrir o Frigorifico.

O Secretário de Agricultura do Estado, Guilherme Saldanha, parabenizou o grupo WM pela coragem e pelo empenho. “Nos dias que estamos vivendo, com uma crise 
sem recendentes, é importante louvar a iniciativa do grupo de empresários em investir no Sertão onde temos tantas dificuldades para fomentar o desenvolvimento. Estamos testemunhando uma grande iniciativa que merece todo o nosso apoio e dedicação, já que a sua importância social é muito forte”, disse o Secretário.

O prefeito de Lajes, José Marques Fernandes parabenizou o grupo de empresários, o ex-prefeito Benes Leocádio e César Militão pelo trabalho, e ainda garantiu que no seu governo e do seu vice, Márcio Nunes, continua o trabalho para buscar mais parcerias que levem o município e a região no rumo do desenvolvimento.

O empresário Max Assunção agradeceu a presença de todas as autoridades e parceiros presentes no ato de inauguração do Frigorifico, destacando o esforço do grupo WM para viabilização do empreendimento. Ainda estiveram presentes, o deputado estadual, José Adécio (representou o Presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza); o Presidente da FEMURN, Benes Leocádio; o Presidente da EMPARN, Alexandre Wanderley; o Presidente da ACOSC, César Militão; o Presidente da Câmara de Lajes, Mael Querino, além de secretários municipais da região, produtores rurais e fornecedores do Frigorifico.






fonte do blog de robson cabugi 
NOTA DO BLOG: Este blogueiro e pequeno produtor rural esteve presente sábado passado a 1ª Cavalgada da Região Central, na cidade de Lajes e na oportunidade presenciei as instalações do Frrigorífico Cabugí. Foi uma obra iniciada pelo saudoso Deputado Federal Nélio Dias, que por sinal, nos tem feito muita falta. A abertura do empreendimento, é sem dúvida louvável. Uma iniciativa bastante oportuna desses empresários. O que eu não concordo, é que o frigorífico só está adquirindo carneiros com menos de 1 ano. Ora, nossa região central tem uma característica própria de se criar caprinos, principalmente o município de Lajes. Não é com a chegada do empreendimento, que o produtor rural vá trocar ovelha pela cabra. É uma cultura secular a nossa criação de caprinos, que vem sofrendo com os baixos preços de seus animais aos açougueiros. Hoje, os açougueiros só querem comprar a carne caprinos e ovinos a R$ 10,00(dez reais) o kilo, mas vendem no mercado a R$ 15,00(quinze reais). Se aproveitam da situação financeira difícil, por que passa o agricultor, como também, a produção  crescente, ocasionando uma  demanda alta. É a velha lei, da oferta e da procura.  A chegada do frigorífico, deverá sem dúvida,(pelo menos espero) ordenar a comercialização dos animais, trazendo portanto, benefícios para o pequeno produtor rural. Cidades da região do Seridó potiguar, já existem cooperativas que adquirem animais a um preço justo, obrigando ao açougueiros manter a mesma política de compra e venda. Vamos aguardar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados