terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Pistoleiro que matou promotor em Pau dos Ferros/RN, é preso novamente no Maranhão; ele portava pistola 9mm

http://www.cardososilva.com.br/
 
Edimilson Pessoa Fontes
Foto: Louremar Fernandes
O pistoleiro Edmilson Pessoa Fontes, que cumpria pena no regime semi-aberto por assassinar o promotor Manoel Alves Pessoa Neto, foi preso por policiais do Batalhão da cidade de Bacabal no Maranhão. Os policiais o capturaram no fim da tarde de domingo, (02). Com ele foi encontrada ma pistola de calibre 9mm e munição. A prisão de Edmilson, aconteceu no município de Bom Lugar, vizinho a Bacabal.

Em 1997, o pistoleiro matou a tiros o promotor de Justiça da cidade de Pau dos Ferros/RN, Manoel Alves Pessoa Neto. O crime ocorreu no interior do Fórum.
No estado do Maranhão, Edmilson estava na casa de familiares no povoado Santa Teresa e usava uma moto Fan sem placas. O documento que portava era de seu primo identificado como Francisco Heldo Feitosa. Naquela região, ele tinha chegado há poucos dias.
A morte do promotor aconteceu no dia 8 de novembro de 1997. O pistoleiro Edmilson Pessoa Fontes, entrou no Fórum, e primeiro atingiu o vigilante Orlando Alves Mari, que morreu na hora. Na sequência, ele atirou contra o promotor várias vezes. O representante ministerial estava em seu gabinete. Mesmo baleado, Manoel Alves, deixou o local em seu carro, conseguindo dirigir até a pousada onde estava hospedado para pedir socorro. Antes de morrer, ainda denunciou seu algoz.
Segundo consta no processo, o pistoleiro esteve presente no velório do promotor e ainda consolou com os votos de pesar o filho da vítima.
Em 2002, Edmilson Fontes foi levado a júri popular e condenado a 24 anos de reclusão.
Quando foi preso, no domingo, dia 02, por policiais militares da cidade de Bacabal, disse que está cumprindo a pena em regime semi-aberto. (Por Sidney Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados