quarta-feira, 5 de abril de 2017

GUAMARÉ - RN: PREFEITO PARE DE PERSEGUIR A POPULAÇÃO

A imagem pode conter: 1 pessoaA prefeitura de Guamaré, acho que por obrigação para proteger a nossa população e bens, conveniada com o estado do Rio Grande do Norte através da Sesed, tinha um convênio onde a Polícia Militar recebia: alimentação, manutenção das viaturas policiais, combustíveis e uma diárias operacionais que nos possibilitava fazer um policiamento ostensivo fardados com viaturas caracterizadas e seus apetrechos devidamente aprovado a lei pela câmara municipal.

dentro destes feitos administrados por este comandante mantínhamos: cerca de vinte homens diários em nossa cidade, e nos dias de pagamentos de Prefeitura, estado e firmas aumentávamos o efetivo chegando até vinte e cinco homens diários nos finais de mês.
Tudo isto planejado e executado por este suboficial (Sub. Carlos), de acordo com as necessidades da nossa cidade (Guamare), então nossos planos eram apenas garantir a sociedade guamareense uma segurança à altura de nossa cidade, ou seja, o que os cidadãos merecem, independente de religião, cor, sexo, etnia, ou escolha partidária, inclusive este Sub tenente participando diariamente dos planejamentos, das operações e suas execuções propriamente ditas.
Conseguimos implantar (único no RN) o BOPE em nossa cidade, onde chegavam todas as noites a partir das 21:00horas aproximadamente e saiam às 04:30 horas do dia seguinte, viaturas com Policiais altamente treinados, os melhores policiais do Estado para não dizer do país, usavam duas viaturas com quatro PMs cada Uma, um armamento potente (fuzis automáticos cal. 7,62 e, 55,6, espingardas, com vasto poder de munições e até granadas de mãos eram trazidas para cá) ficava tanto Guamare como as cidades circunvizinhas protegidas.
Além do BOPE recebíamos aqui para reforçar os nossos policiais que aqui são lotados PMs da capital do estado bem preparados, de equipes jovens e treinadas, Táticos dentre outras modalidades, franqueávamos aos policiais as condições de tirar bicos dentro do próprio serviço.
Tudo bem, aí vem a Prefeitura de guamare, através do Secretário de Segurança municipal, e faz uma consulta ao TCE, com ciúmes do sussesso da PM., mesmo o elemento sendo PM., ou seja, com inveja do Sub. Carlos, e a consulta e negativada, então de forma como ele fez a consulta não daria outra opção, a não ser o indeferimento, e de imediato o poder executivo (helio) corta o convênio massacrando a população a deixando novamente à mercê dos bandidos.
Por capricho de alguns vereadores (Edinor) dentre outros, para evitar que eu (Sub. Carlos) continue ajudando a sociedade Guamareense no quesito segurança pública na anciã de manter a paz, impedem a continuidade do serviço, que custava míseros números em
Comparação a arrecadação da Prefeitura municipal, tudo isto orquestrado pelo senhor Prefeito e dirigido pelo senhor Ednor que a própria população reelegeu.
Então depois do corte das diárias na anciã de derrubar o Sub. Carlos a Prefeitura cortou o combustível que nos fornecia (500 l ); a manutenção das viaturas, uma delas conseguida por mim por doação do BOPE, que todos sabem chegou de cor: preta e mandei pintar com a cores normais da polícia militar, gastando eu a importância de R$ 800,00 para pintar; e por ultimo a alimentação que ora está sendo doada por uns amigos para o serviço não parar de vez.
Então senhor Prefeito o senhor não está me atacando, está prejudicando a sua cidade, faz mais de um ano que não ajuda a PM a cumprir seu papel, preservação da ordem pública, indo de encontro as demais cidades vizinhas, e dentro do Estado.
Finalizo, dizendo que só tentei ajudar a sua cidade em seu nome e por muitas vezes mentindo para lhe engrandecer... mas para satisfazer a acordos políticos me prejudicou (a corporação polícia militar) em manobras suas que já estão ficando conhecidas, aniquilou a segurança de sua cidade, para satisfazer a seus aliados políticos que viam no Sub. Carlos uma ameaca política, onde a nossa intenção era Só continuar a ajudar Guamare a viver em Paz e segura.
Ontem foi touros, hoje foi João câmara, no passado foi Afonso Bezerra, depois Pedro Avelino isso por mais de uma vez, Alto do Rodrigues e pendências, o povo está observando que só falta Guamaré e não vou sacrificar meus policiais aqui lotados e levá-los a morte por causa de caprichos políticos seus e de seus aliados não.
Peço desculpas a população, mas é humanamente impossível combater vinte, trinta ou quarenta
Homens fortemente armados com apenas um ou dois. Faremos o

possível e impossível para impedir porém sem a ajudar do poder público que já faz mais de um ano que não tem, fica complicado e impossível evitar tais danos a nossa sociedade, nos limita a apenas o policiamento normal e atendimentos a população em geral. A luta continua, retroceder nunca, desistir jamais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados