terça-feira, 30 de maio de 2017

Renan continua na liderança do PMDB, apesar de Temer


O ilegítimo Michel Temer não teve forças para derrubar o líder do PMDB no Senado Renan Calheiros (AL).
Durante a semana, o senador dissera que seria mais fácil Temer cair primeiro, da Presidência surrupiada, do
que ele, Renan, sair da liderança da bancada.
O PMDB é a maior bancada com 22 dos 81 senadores.
Renan Calheiros aderiu recentemente à ala black bloc do Senado, composta pelos colegas Roberto Requião (PMDB-PR), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).
Ao longo das últimas horas, Requião converteu-se no principal cabo eleitoral do “Fica Renan” ao sugerir que quem tirasse apoio à liderança de Renan é por que iria ‘receber mala igual à de Loures’ recheada de bufunfa.
Dentre as propostas do grupo agora assimiladas por Renan estão a retomada do crescimento econômico sem a retirada de direitos dos trabalhadores, isto é, sem as reformas propostas por Temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados