quarta-feira, 5 de julho de 2017

Tiririca nega ter assediado sexualmente ex-empregada doméstica

tiririca
Um dia depois de revelar que o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), é alvo de um processo no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto assédio sexual, o parlamentar se manifestou por meio de uma nota enviada pela sua assessoria de imprensa. No documento, Tiririca acusa a ex-funcionária, autora de um processo trabalhista
contra ele e sua esposa, de “tentativa de extorsão”.
Segundo o parlamentar, Maria Lúcia Gonçalves Freitas de Lima teria recorrido à Justiça como retaliação após ser demitida da casa da família. “As ameaças e a chantagem propriamente dita incluíram o pedido de dinheiro em troca da desistência de ação trabalhista que serve de base para acusações pessoais contra o parlamentar”, diz a nota

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados