quinta-feira, 10 de agosto de 2017

APAC associação d proteção e assistência aos condenados

A imagem pode conter: 1 pessoa         Há dois anos (02) aproximadamente a câmara municipal, desta cidade de Guamaré, aprovou um projeto absurdo, destinou a sobra de mais de dois milhões de reais (2.000,000,00) a serem devolvidos à Prefeitura porém havia uma condição, feita pelo propositor do projeto, construir uma APAC, não entendendo este projeto mesquinho, danoso a nossa comunidade, procurei a mídia e informei o que era uma APAC e; o que o propositor da citada ação estava querendo? Construir um presídio.

        Como poderia os vereadores em caso especial o Presidente (Eudes Miranda) devolver mais de dois milhões de reais e impor a construção de uma cadeia de nossa cidade, onde as demais urbes do RN., estão se
opondo a estes bandidos em suas cidades, inclusive através de ações judiciais pedindo a não construção e as que já tem solicitando que sejam removidos tais presídios de suas cidades?

       Então de onde saiu esta ideia absurda? construir um presídio? Por que? Quem ganha com isto? Chegando certo vereador a fazer uma audiência pública na câmara, trazendo autoridades judiciais do Estado para cá na ancia de convencer a população a construir um presídio, oxente será que a população está cega? Tá não! O povo foi para a audiência e teve a coragem de dizer "NÃO" a este projeto absurdo; então cadê o dinheiro que foi devolvido, já que não aceitamos a construção do presídio.

         A cidade de Guamare hoje passa por um descaso terrível por parte do executivo para com a segurança da cidade em especial a PM; por que será que o Prefeito deixou de ajudar a PM a manter um bom policiamento? Será que foi porque nos opormos a construção de um presídio em nossa cidade? Ou será que ofendemos o seu irmão o confrontando, não aceitando tal presídio? Será que estamos errados, uma vez os propositores da lei foram bem votados nas últimas eleições e nós não? Será que éramos para ter ido contra a população e ser favoráveis à construção do presídio, só sei que para ajudar o povo hoje pago preço alto, porém durmo tranquilo pois sou sabedor que se tal projeto fosse adiante a cidade se tornaria um verdadeiro terror com a presença destes bandidos em nosso território; como por exemplo: citamos Mossoró, que recebeu perigosos bandidos a nível nacional, e hoje paga caro com o alto índice de criminalidade.

        Enfim, desde que fui de encontro a propositura da construção de um presídio na nossa querida Guamare pelo então presidente da câmara municipal que passei a ser execrado (perseguido) pelo poder público do município, ora se mostrei a população as mazelas da construção de um presídio em nossa cidade, foi na intenção de ajudar a população de bem no quesito segurança pública, não para prejudicar projetos particulares de ninguém, neste interim só veio peia no meu lombo e o povo que foi o grande beneficiado foi salvo deste grande problema que os vereadores iriam promover a cidade, em especial o advogado e o Presidente que sem sombras de dúvidas são os grandes idealizadores deste projeto absurdo.

           Mas fica aqui o recado, o senhor chefe do executivo e os senhores vereadores que estão prejudicando o bom andamento do serviço no quesito segurança, deixando de ajudar o povo de bem, estão prejudicando a cidade de vocês e não a mim, eu só tento ajudar porém não sou milagroso, então sou sabedor que o critério policiamento ostensivo está caindo dia a dia mas não temos culpa não, fazemos o que dar, só não dispomos de ajudas que são indispensáveis ao bom desempenho, porém a PM está nas ruas a serviço do povo, independentemente de ajuda da Prefeitura dentro das possibilidades.
       O prejudicado não é o Sub. Carlos o prejuízo fica para o povo de bem que é a grande maioria, só não podia ver a construção de um presídio em nossa cidade ser feito as caladas da noite para beneficiar advogados - vereadores e vereadores -advogados, presidentes vereadores uma vez traria muitos bandidos para cá, então: Retroceder nunca desistir jamais.

Sub. Carlos,

Comandante do destacamento policial militar de Guamaré.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados