domingo, 6 de agosto de 2017

Guamaré: Desdobramentos de operações realizadas na capital estadual já apresenta resultado no interior do RN



Promotores do Patrimônio Público disseram recentemente que a mesma prática utilizada na cidade de Natal, também foram utilizadas em cidades do interior do estado, como Caico e Guamaré.
Ação em Caicó
Na manhã desta sexta feira (04) a Operação Blackout que investiga contrato de iluminação pública da Prefeitura de Caicó no valor de R$ 1.138.970,00, levaram seis pessoas à cadeia caicoense.
Na investigação revelaram – segundo o Ministério Público do Rio Grande do Norte – que o ex-prefeito de Caicó, Roberto Germano teria cobrado propina de R$ 300 mil.
Em Guamaré
A ação do MP já chegou a cidade de Caicó como previsto, agora o cerco se afunila trazendo preocupação ao gestor da cidade de Guamaré, já que na cidade
guamareense os contratos da SERVLIGTH e FGTECH – que estão envolvidas na operação Cidade Luz na Capital estadual – chegaram a bagatela de R$ 7,2( sete milhões e duzentos mil reais) por dois anos seguintes.
Interrogação
Se a cidade de Caicó realizou contrato de R$ 1,1( Hum milhão e cem mil reais) o prefeito cobrou propina de trezentos mil reais, o que teria acontecido na cidade de Guamaré que realizou contratos de R$ 7,2 milhões de reais em dois anos?…http://cidadedosal.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados