terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Emparn prevê novas chuvas

http://tribunadonorte.com.br
Caso o aquecimento do Oceano Atlântico ocorra de forma mais acelerada, diferente do modo como está ocorrendo agora, conforme dados da Emparn, novas chuvas poderão cair no Estado. Além disso, o aquecimento das águas desse oceano são responsáveis, também, pela manutenção da zona de convergência intertropical em cima do RN. Segundo Gilmar Bristot, os modelos de precipitações pluviométricas analisados indicam chuvas para o Rio Grande do Norte. Não é possível prever, porém, se serão suficientes para abastecer os reservatórios e causar a sangria de barragens.
Adriano AbreuGilmar Bristot explica que está começando uma estação chuvosaGilmar Bristot explica que está começando uma estação chuvosa
Na quinta, 21, e na sexta-feira, 22, acontece a IV Reunião de Análise Climática para a Região Nordeste do Brasil, na sede da Emparn, na base física do Jiqui, em Nova Parnamirim, onde os meteorologistas do Nordeste farão uma análise das condições oceânicas-atmosféricas e a previsão de chuvas para o trimestre março, abril e maio de 2013.

Mesmo sem  esta confirmação, o volume de chuvas que caiu sobre a região Oeste trouxe esperança para o sertanejo. Na cidade de Luís Gomes, distante 452 quilômetros de Natal, não chovia há mais de um ano e o abastecimento da cidade era feito através de carros-pipa. Somente no final de semana passado, o índice de precipitação registrado superou os 150 milímetros. Motivo de festa para quem não via água cair do céu havia tanto tempo. "Muitos moradores encheram reservatórios em suas casas e alguns barreiros tomaram água", disse Francisco Morais, morador da serra de Luís Gomes.

 Foi justamente pelas cidades do Alto Oeste potiguar que a Emater iniciou a distribuição das sementes aos agricultores. "Foram investidos R$ 3,8 milhões na compra das sementes. Cada agricultor irá receber 11 quilos, num kit pronto", confirmou o secretário adjunto da Sape, José Simplício. O milho e o feijão já começaram a ser distribuídos. A expectativa é de que o sorgo comece a ser entregue a partir da próxima segunda-feira, nos 1.200 bancos espalhados pelo RN.

Semarh desconhece estragos da seca no litoral oriental

Por não ter decretado estado de calamidade pública em decorrência da seca, a exemplo do que fez em 142 municípios do semiárido potiguar, o Governo do Estado desconhece a situação das cidades que compõem o litoral oriental potiguar e que enfrentam, atualmente, problemas decorrência da estiagem. O titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Gilberto Jales, confirmou que não sabia qual era a real situação das comunidades do Vale do Punaú e Capela, expostas em reportagem especial da TRIBUNA DO NORTE neste domingo, 17.

 "No litoral, o governo não dispõe de dados sobre a seca e perdas na região. Alguns mananciais baixaram o nível, mas nada calamitoso", limitou-se a comentar o secretário. Ainda sobre a situação do litoral oriental, o secretário argumentou que as defesas civis dos municípios de Rio do Fogo e Ceará-Mirim, responsáveis pelos distritos de Punaú e Capela, respectivamente, não procuraram o Governo do Estado para oficializar pedido de ajuda. Sobre a dinâmica da seca no restante do Estado, Gilberto Jales assegurou que o Estado adotou medidas para reduzir o impacto da falta d'água, como o uso de carros-pipa para abastecer 131 municípios.

 Além disso, o secretário disse que mesmo que o inverno se torne realidade no Estado,  as obras estruturantes não serão interrompidas. Ele citou que o primeiro trecho da Adutora do Alto Oeste será inaugurado em breve, possivelmente com a presença da presidenta Dilma Rousseff. O trecho irá levar água de Pau dos Ferros para Luís Gomes, talvez a cidade que mais sofreu com a seca em 2012. Estão previstas, ainda, a construção das adutoras Pendências - Guamaré, Mossoró - Dix Sept Rosado, Apodi - Campo Grande e das  barragens de Marizeira, Poço de Varas, Angicos e Bujari.

 Os investimentos em obras estruturantes superam R$ 1 bilhão, financiados pela União. Ontem, na reunião semanal do Comitê Estadual de Combate aos Efeitos da Seca, foi aprovado o novo plano de trabalho para a instalação de mais 270 poços em 49 municípios.

Defesa Civil terá foco nas áreas de risco da capital

 Na capital potiguar, Natal, a precipitação pluviométrica deste final de semana foi registrada em 64.6 milímetros. Em Parnamirim, cidade da Região Metropolitana, choveu aproximadamente 115 milímetros. Na capital, a chuva foi acompanhada de ventos, raios e trovões e provocou alagamentos em algumas ruas e avenidas, a exemplo da Avenida do Contorno, na Zona Leste, que ficou interditada pelo acúmulo de água na manhã do domingo passado.

 A Defesa Civil de Natal registrou poucos chamados, mas o secretário de Defesa Social, Osair Vasconcelos, explicou que desde a semana passada já ocorrem reuniões para discutir o plano de atendimento às questões relacionadas às chuvas. O foco serão as áreas com riscos de desmoronamentos, na capital.

 De acordo com Osair Vasconcelos, titular da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social (Semdes), no final de semana, o caso mais grave foi na rua Guanabara, em Mãe Luiza, onde as "bocas de lobo" estavam entupidas e, com o acúmulo da água, abriu-se uma cratera de quase 10 metros de largura, impedindo o fluxo de automóveis. No mesmo local, uma residência que estava em área de risco foi inundada. O casal que residia no local estava no imóvel no momento do alagamento, mas saiu sem dificuldade.

"Houve a mobilização da Semopi e Urbana. As "bocas de lobo" foram desentupidas e o buraco na rua foi tapado de maneira emergencial, com metralha e areia, mas ainda hoje (ontem) a Semopi inicia a reforma do local", explicou Osair Vasconcelos. Ainda segundo o titular da Semdes, o plano de atendimento às enchentes será discutido, durante a semana, com Bombeiros e Defesa Civil Estadual. "Vamos armar os plantões e as ações voltadas às áreas de risco. Esataremos preparados para o período de chuvas", disse. Em Parnamirim, a Lagoa Aderbal, próximo à Base Aérea, transbordou e dificultou o fluxo de veículos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados

GUAMARÉ- Deputado Hermano destaca que via de acesso à Guamaré será recuperada pelo Governo

Atento aos pronunciamentos dos colegas parlamentares durante a sessão plenária desta terça-feira (17), na Assembleia Legislativa, o deputado...